Publicado por: adoradorblogueiro | junho 25, 2008

Eu confesso: ainda existe uma ferida

Já se pegou pensando no passado? Eu já… E tem sido assim durante todos os dias destes últimos dias. Situações ainda mal resolvidas, sonhos abortados pelas minhas próprias mãos, quando eu não era o que Deus queria que eu fosse. Estou arrependido, mas ainda não me sinto perdoado, ou melhor, dizendo, sinto que a história ainda não terminou. É como começar a ler um livro e não terminá-lo, escrever uma carta e se perder em meios as palavras, é como dormir e de repente perder o sono. É como sorrir e logo chorar. Tem sido assim…

Deus eu estou tão arrependido, e eu sei que o Senhor já me perdoou. Mas isso não é tão fácil e nem tão simples para quem teve os seus corações despedaçados pelas minhas mãos, quando não era o Senhor que estava no controle delas. Muito tenho lido e visto a respeito do silêncio, mas Senhor… Não te cales quando eu preciso Te ouvir. Já não agüento mais chorar por este luto, dormir em cima deste sepulcro que guarda os meus sonhos e as minhas alegrias.

O que me restou foi apenas a saudade… Diante dessas pessoas que feri, diante dessas amizades que eu perdi, diante da chance de ter sido bom e puro de coração, estamos tão perto e tão longe. Não me é aceitável saber que estas pessoas são gente como eu, habitam no mesmo planeta e me dão como um morto… E eu as dou como passado. O inverno trouxe consigo o frio, o cinza, a chuva, a solidão e a tristeza.

Como se cura uma ferida? Essa tem sido a minha pergunta… Estive em Peniel, lugar onde abrir os meus braços e fechei os meus olhos para que o Vento do Espírito trouxesse a solução e a cura para este meu problema. Mesmo assim ainda tentei e não encontrei… Então fingi esquecer, fiz uma cova e ali enterrei. Mas com o tempo a raiz daquela semente se tornou mais forte e novamente voltou a crescer.

Hoje eu torno público aquilo que era particular e faço um apelo; peça a Deus que Ele escolha as suas amizades e dê o devido valor a elas. Hoje eu me tornei mais amigo, mais sensível ao coração dos meus amigos. A lição eu já aprendi, mas a recompensa ainda não obtive, e se esta for o recomeçar das amizades que um dia eu perdi, apressa-Te Senhor – porque eu não creio que naquilo que um dia começou bem possa se findar mal e nunca mais voltar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: