Publicado por: adoradorblogueiro | novembro 17, 2008

Convicção

Esta é a palavra que traduz todo o momento que tenho vivenciado em Deus. Desde que parei de escrever, o Senhor começou a me confrontar. Ao mesmo tempo em que eu não queria escrever, Ele queria que eu escrevesse. Na verdade eu estava vegetando na presença de Deus. Pela misericórdia dEle, eu ainda era usado pra algumas pessoas, mas a minha vida estava em ruínas. E o pior, eu sabia disto.

Dentro de casa, eu havia perdido a paciência com a minha própria família, tudo era motivo pra se estressar. Na saúde, eu andava tendo fortes dores de cabeça. O meu sono não estava num fuso horário normal há um bom tempo. Nos estudos, eu estava totalmente desmotivado a continuar a faculdade.

Motivos? Até tive… Minha mãe andou enferma e teve que se submeter a procedimentos cirúrgicos, isso me desgastou muito. Eu andava muito ansioso querendo logo sair da casa de meus avôs com ela para um aluguel, e eu não conseguia um trabalho justamente para bancar um apartamento. Mas… Por mais que existissem motivos piores, eu deveria ter mantido a minha postura. Jesus mediante a cruz e o Seu sofrimento não deixou de ser quem Ele era. Ele não mudou de humor! Pelo contrário, Ele foi mais humilde e mais forte, teve mais amor e mais compaixão.

Às vezes eu olho pra trás e percebo que 11 anos na presença de Deus não quer dizer nada. Quanto mais eu pensava que havia melhorado, era aí que eu deveria dizer: eu preciso melhorar. E não é só melhorar, e sim melhorar, melhorar, melhorar. A cada dia, mais e mais!

Deus tem me confrontado muito com obras do Pastor Max Lucado. Os seus livros têm ministrado muito ao meu coração, Ele usa muito a Palavra de Deus. É como se ele pensasse assim: Já que não lêem a Bíblia, irão lê-la por meio dos meus livros. Confesso que fico com certo receio ao abrir as “365 bênçãos” – conjunto de mensagens direcionadas para cada dia do ano num único livro.

Esta semana Deus me confrontou também com um DVD temendo. Confiarei da Comunidade Evangélica Internacional da Zona Sul. Eu entrei numa onda de adoração que eu acredito que nenhum surfista tenha entrado (risos). Sabe quando você se deixa ser levado pelo Rio de Deus? É como se eu estivesse nas nuvens, voando… Enfim, não sei explicar, só sei que foi e tem sido tremendo.

Durante as minhas idas e vindas da faculdade, eu tenho ouvindo muito no celular algumas canções que possuem frases são fortes que me levam a refletir boa parte do dia, e a maioria delas é da pastora Fernanda Brum:

  • “E nesse andar contigo eu ouço um sim, mas é verdade que às vezes ouço um não. Mas se você me diz sim ou não, eu desisto, não abro mão. Nada vai me separar de Ti. É despojar tudo que sou, é ser bem muito mais que ter. Se a gente entrega o coração, a gente entrega pra valer… e cada dia mais e mais, saber que é tempo de crescer.” (Tempo de Crescer)
  • “… eu aceito, Senhor, o Teu tempo. Todo Teu, Senhor, é o meu tempo. Tua vontade em mim é o que eu mais quero. Deus Fiel…” (Sobrenatural)

Na última quinta-feira, Deus nos pegou de surpresa (risos). Em minha igreja iria acontecer apenas um discipulado para as discípulas das discípulas da Bispa com a Bispa, mas de última hora os homens também foram convocados e fomos tremendamente ministrados com a unção da alegria. Um Bispo que faz missões pela Sara Nossa Terra esteve conosco e eu pude viver aquilo que antes eu só ouvia. Ele foi diretamente à minha ferida, a coluna. E recebi muito da parte de Deus.

Por ultimo, neste domingo tivemos a apresentação da peça O Jardim do Inimigo com a Cia. de Teatro Jeová Nissi. Até agora eu procuro palavras pra descrever. Como diz uma amiga minha, É MUITO DE DEUS! O testemunho do líder deste ministério, a ação social que eles fazem na Angola foram pra mim mais impactantes do que a própria peça. De qualquer forma, não deixa de ser um espetáculo sobrenatural e tremendo. Nunca pensei que um culto-teatro fosse interferir felizmente em minha vida de uma forma tão diferente.

E não para por aí, quarta-feira é dia de 10 passos para uma vida de Milagres com a participação especial da Pastora Ludmila Ferber.

Depois deste renovo “em parcelas”, tenho me sentindo revigorado. Já pensou se tudo isso me ocorresse num único dia? Acho que eu já estaria na Glória (risos). Por isso que o título desta postagem é “Convicção”. Tenho tido a certeza do meu chamado nestes últimos dias.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: